E, três jogos depois, o Atlético regressou às vitórias. A vitória da nossa equipa nunca esteve em discussão, já que desde o primeiro minuto de jogo que os pupilos de Hugo Sousa estiveram sempre em vantagem no marcador, tendo mesmo vencido os quatro períodos de jogo.

A jovem equipa secundária do Benfica ainda equilibrou durante o primeiro período (15-13), mas no segundo período o Atlético construiu uma diferença pontual demasiado grande para as jovens águias correrem atrás (18-7 no parcial, com 33-20 ao intervalo).

No reatamento, sob a batuta de Miguel Barroca, com Hugo Aurélio imperial nas tabelas e João Maneul com a mão quente (foi o MVP da partida), o Atlético voltou a mostrar mais eficácia que o seu adversário e chegou à etapa final a vencer por 24 pontos.

O quarto período trouxe a reacção do Benfica, embora sem efeitos práticos, já que apesar de ter marcado 22 pontos, Paulo Fernandes, já bem perto do fim, concretiza um triplo e dá a vitória no parcial, com o Atlético a passar a barreira dos 80 pontos.


Proliga, Fase regular, 10ª jornada, 2014/15.
Jogo no Pavilhão Engº Santos e Castro (Tapadinha), em Lisboa.
ATLÉTICO 81-55 BENFICA B
Ao intervalo: 33-20
Parciais: 15-13; 18-7; 24-13; 24-22.
MVP: João Manuel (Atlético)
Arbitros: Rui Ribeiro e Bruno Maciel.

Atlético: Hugo Aurélio (18 pontos), Tiago Magalhães (2), Raul Porto (8), Jorge Afonso (10) e Miguel Barroca (9).
Jogaram ainda: Paulo Fernandes (5), Nuno Pinho, André Cohen, João Marques (10) e João Manuel (19).
Treinador: Hugo Sousa