Tornar fácil o que se antevia complicado! 7ª vitória consecutiva para a equipa da Tapadinha

A rapaziada comandada pela dupla Jorge Faustino/Ramiro Dantas entrou com o pé direito em 2018 e na segunda volta da primeira fase do Campeonato da 1.ª Divisão com uma vitória clara sobre um dos candidatos aos lugares de apuramento para a fase que discute a subida de divisão.

A nossa equipa, mesmo assolada por uma onda de lesões que levou à apresentação de apenas 8 jogadores no confronto com os homens de Setúbal, soube fazer das fraquezas forças e suplantar claramente um adversário que veio à Tapadinha motivado para fazer um bom resultado que lhe permitisse continuar a alimentar o sonho do apuramento.

Ciente disso o treinador Jorge Faustino soube tirar, uma vez mais, o máximo proveito da raça, da garra e do querer dos nossos jovens atletas e montou a equipa de modo a dominar o jogo desde o início de forma clara, tendo o primeiro período terminado com um parcial de 23-7 para o Atlético.

A toada manteve-se até ao final da primeira parte, com o segundo período a registar um parcial de 15-6 para o tricolor da Tapadinha, atingindo-se o intervalo com uma vantagem muito confortável de 38-13.

Empolgados pelo resultado e pela forma como o jogo estava a correr os nossos “meninos” regressaram do intervalo a todo o gás e aplicaram mais um duro castigo à rapaziada do Sado, com um parcial de 25-3.

No último período os homens do Scalipus ainda esboçaram uma reacção que só dignificou o seu comportamento em campo e lograram vencer o parcial por 16-19, fixando-se o resultado final num claríssimo 79-45 para o Atlético.

Em termos individuais o Jermaine Mellis esteve imperial nas duas tabelas e anotou 22 pontos, seguido de perto pelo João Castel-Branco com 19 pontos, tendo estado também em excelente plano ofensivo o outro mano Castel-Branco e o Jorge Pires com 12 pontos cada um.

No entanto, sem a excelente atitude defensiva e o espírito colectivo que a equipa mais uma vez demonstrou esta vitória expressiva não teria sido possível, pelo que o destaque é extensivo ao Álvaro que fez um dos melhores jogos desde que representa o Atlético, ao Henrique Nickel e ao Ricardo Moreno que foram incansáveis a defender e a conduzir a equipa para o ataque e ao Eduardo Pires que sempre que foi chamado ao jogo mostrou que se pode contar com ele.

Quanto à ficha do jogo: pelo Atlético alinharam e marcaram –  4 – João Castel-Branco (19pts);  7 – Álvaro Cardoso (8pts);  8 – Henrique Nickel (2pts);  11- Eduardo Pires (2pts); 13 – António Castel-Branco (12pts); 14 – Ricardo Moreno (2 pts); 15 – Jorge Pires (12pts); 23 – Jermaine Mellis (22pts).