O Atlético desloca-se amanhã à cidade do Porto para defrontar o Vasco da Gama. «É um jogo crucial», diz Duarte Filipe. «É uma equipa que também está na luta pela permanência, adversário direto». Lembrando a necessidade de ganhar por uma margem maior que a derrota em casa na primeira volta para assegurar a vantagem no confronto direto.

Fazendo um balanço da situação atual do Atlético, Duarte recusa-se a que a equipa baixe os braços, mesmo que os objetivos tenham sido obrigados a ser redefinidos. «Não é fácil vir de uma série de derrotas, especialmente em jogos importantes onde tínhamos de ganhar para tentar assegurar um lugar nos play-off. Esse objetivo agora parece muito complicado, mas mesmo assim vamos encontrar força para continuar a trabalhar e garantir a manutenção».

Em relação ao adversário e olhando aos embates recentes entre o Atlético e o Vasco da Gama, Duarte não prevê facilidades. «É um pavilhão muito complicado, eles são muito aguerridos, e para além disso foi a equipa à qual nós vencemos na final o ano passado, portanto eles mais do que ninguém vão vender cara a derrota».

Aproveitando para deixar uma mensagem aos adeptos, Duarte reforça a vontade de uma maior comunhão dos adeptos e da modalidade: «Gostei de ver mais gente no pavilhão a apoiar. Peço que seja para continuar. Podemos não dar todas as alegrias que os adeptos esperavam, mas lutamos sempre até ao fim, e contamos sempre com o apoio deles».

Força Atlético