A nossa equipa brindou o público presente no pavilhão da Tapadinha com uma clara vitória sobre o Ginásio Olhanense por 95-47. Uma entrada no jogo com “prego a fundo” e um  parcial de 31-6 no primeiro período tornou fácil um jogo que antevia algum grau de dificuldade ante o valoroso grupo vindo do Algarve.

A raça, a velocidade e a irreverência dos nossos jovens jogadores não deu nenhuma hipótese aos olhanenses. No primeiro período o regressado Jorge Pires esteve em plano de destaque em termos ofensivos ao marcar os 7 primeiros pontos da equipa.

Perante tamanha diferença a abrir o jogo, o treinador Jorge Faustino aproveitou logo o segundo período para rodar a equipa, tendo os homens do Ginásio aproveitado para equilibrar o parcial com um empate a 19-19, registando-se a mesma diferença de 25 pontos a nosso favor ao intervalo (50-25).

A segunda parte trouxe nova aceleração por parte dos nossos irrequietos jogadores e foi sem surpresa que vencemos os dois últimos períodos por 22-15 e 23-7 respectivamente.

Alguns dos sócios e adeptos presentes tendo gostado da exibição dos nossos “meninos” podem ter achado o adversário muito frágil mas é bom lembrar que nos jogos de modalidades colectivas, as equipas jogam o que o adversário deixa jogar e hoje a nossa equipa comandada por Jorge Faustino e Ramiro Dantas não deixou os algarvios jogar como sabem, sujeitando-os a uma pressão defensiva e ofensiva tão constante quanto desgastante.

Quem esteve presente no jogo de hoje concordará seguramente que dá gosto ver jogar estes jovens!

A marcação foi repartida por 10 dos 11 jogadores utilizados, tendo 6 conseguido anotar mais de 10 pontos, algo de significativo e que diz bem da qualidade do jogo colectivo. Os marcadores de serviço foram o regressado Jorge Pires com 15 pontos, seguido de perto pelo António Castel-Branco com 14,  o João  Silveira e o Henrique Martins, ambos com 12 e pelo João Castel-Branco e o Jermaine Mellis com 10 pontos cada um. À semelhança do que tinha acontecido a meio da semana em Setúbal, este sucesso só foi possível devido ao esforço extraordinário de todos os jogadores utilizados, estando novamente de parabéns pela excelente vitória e pela forma como honraram as nossas cores.

Um agradecimento especial para o apoio incansável dado pela claque que galvanizou a equipa e deu um colorido muito especial ao pavilhão, a fazer lembrar outros tempos. O momento de confraternização entre a equipa e os jovens adeptos após o final do jogo foi um excelente exemplo do que é o espírito alcantarense.

O próximo jogo é só no dia 5/11, às 17.00 horas, novamente na Tapadinha, desta feita perante um dos candidatos assumidos à subida de divisão, a Academia do Lumiar, apelando-se à presença de sócios e adeptos para apoiar a nossa jovem equipa.

Pelo Atlético alinharam e marcaram: 4 – João Castel-Branco (10pts); 5- Marco Alves (cap.) (6pts) ;  6 – João Silveira (12pts);  8 – Henrique Nickel (6pts); 9 – Henrique Martins (12pts); 10 – João Teixeira (8pts); 12 – António Gonçalves (2pts); 13 – António Castel-Branco (14pts); 14 – Nuno Filipe; 15 – Jorge Pires (15pts); 23 – Jermaine Mellis (10pts).