O Atlético teve de saber sofrer neste seu primeiro jogo oficial da temporada de juniores, já que na deslocação ao Bairro da Encarnação, casa da ADCEO, a equipa de Paulo Bento teve que lutar contra algumas condicionantes, mas a felicidade acabou por sorrir à nossa equipa, com um golo já ao cair do pano que trouxe os três pontos para a Tapadinha.

A primeira condicionante acabou por ser criada pela nossa própria equipa, com a nossa rapaziada a entrar algo ansiosa na partida, o que permitiu à ADCEO, aqui e ali, incomodar Kevin Tavares, mas sem grandes consequências.

Após um período inicial de ansiedade, começaram a surgir oportunidades para o Atlético, com a primeira a ser protagonizada por Marinho, que aos 25′ acaba por finalizar mal e atira por cima. Aos 39′ é a vez de Dani Costa ficar perto do golo, mas o livre passa rente ao poste mais distante da baliza da ADCEO.

O primeiro golo da partida surge pouco depois, aos 43 minutos. Miguel Antunes coloca a bola na área da ADCEO e Paulo Andrade trabalha bem sobre um adversário, roda e remata rasteiro para o poste mais distante, abrindo assim o marcador.

A segunda parte oferece. logo de entrada, duas oportunidades para a equipa de Paulo Bento. Aos 46′ um remate de Miguel Antunes do meio da rua obriga o guardião adversário a aplicar-se. E aos 50′ é Dani Costa a isolar-se, após um ressalto de Marinho, mas o guardião da casa opõe-se bem ao nosso jogador e evita o golo.

Aos 52′, outra condicionante que referimos anteriormente. Miguel Gomes é agarrado na área da ADCEO, mas o trio de arbitragem nada assinala.

O Atlético decide controlar o jogo, e numa jogada aparentemente inofensiva Gonçalo Salgado acaba por cometer falta dentro da área do Atlético e o juiz da partida não tem dúvidas: grande penalidade para a equipa da casa.

Penalti convertido, jogo empatado, e mais uma condicionante: com três minutos para os noventa o Atlético via-se empatado com um adversário que, em nada, mostrou ser superior à nossa equipa.

Paulo Bento mexe na equipa, e o Atlético acaba por ter a estrelinha com que se cozinham campeões. Alívio da defesa alcantarense e Leandro Mendes é inteligente na leitura da jogada e obriga o guardião adversário a falhar. Mesmo sendo agarrado dentro da área adversária o nosso avançado é mais forte e faz balançar as redes, dando assim a vitória à melhor equipa em campo.

Divisão de Honra AF Lisboa, 2016/17
1 Outubro 2016 | Sábado | 15:00 H
Campo Fernando Perfeito, em Lisboa.

ADCEO 1-2 ATLÉTICO
Marcadores:

0-1, Paulo Andrade (43′);
1-1, ADCEO (87′, gp)
1-2, Leandro Mendes (90’+3)

ATLÉTICO: Kevin Tavares; Gogas, Gonçalo Salgado, Stelnio e Tomás Chagas; Rivaldo, Marinho (C) e Miguel Antunes; Dani Costa, Miguel Gomes e Paulo Andrade.
Suplentes: Ricardo Carolino, Paulo Barros, Rui Craveiro, André Martins, Diogo Silva, Marcelo Silva e Leandro Mendes.
Treinador: Paulo Bento.

Árbitro: Sérgio Cardiga.
Assistentes: Pedro Rocha e Bruno Branco.
Acção disciplinar: cartão amarelo para Marinho (67′), Rui Craveiro (79′), Dani Costa (80′), Gonçalo Salgado (82′) e Leandro Mendes (90’+3).

Publicado por Atlético Clube de Portugal em