Golo de Regula dá vitória.
Um golo de Paulo Regula, aos 17 minutos de jogo, deu a primeira vitória do ano à equipa de futebol profissional do Atlético. Com este resultado o Atlético sobe quatro posições na tabela classificativa, ascendendo ao 10º lugar, com 36 pontos.

Os algarvios até entraram melhor na partida, e antes do golo solitário de Paulo Regula o Olhanense esteve perto de facturar, numa transição rápida conduzida por Said, que após longa correria assistiu Leandro Borges, mas Danilo Lerda parou o forte remate do avançado algarvio.

O Atlético respondeu da melhor maneira, com Minor Lopez a executar um cruzamento para Paulo Regula desferir um remate bem colocado, que abriu o marcador e haveria de dar os três pontos.

O Olhanense tentou reagir, mas sempre através de bolas bombeadas para o meio-campo alcantarense, que rapidamente lançava ataques venenosos. Num deles, aos 32′, a equipa de Pedro Hipólito esteve perto do golo, mas o remate de Minor Lopez acertou no poste antes de sair.

Antes do intervalo apenas uma situção, num livre de Leandro Borges que Danilo Lerda defende de forma exemplar.

Na segunda parte foi o Atlético, novamente, a estar mais perto do golo, num remate do meio da rua de Gerevini, aos 55 minutos, que Moreira defende para canto.

Já nos últimos minutos, novamente o Atlético a ver Moreira a negar o golo, num forte remate de Jorge Ribeiro, que o guardião algarvio desvia para canto.


Jogo no Estádio da Tapadinha, em Lisboa.
ATLÉTICO 1-0 OLHANENSE
Ao intervalo: 1-0.
Marcador: Paulo Regula (17′).

Atlético: Danilo Lerda; Duarte Machado (C), Jefferson, Djikiné e Jorge Ribeiro (Diogo Pires, 90’+2); Gerevini, Hélio Cruz, Paulo Regula (Malele, 84′) e Joazimar Stehb; Nadson (Bruno Simão, 71′) e Minor Lopez.
Suplentes: Mickael Meira, Diogo Pires, Vouho, Pierre Mbemba, Pedro Almeida, Malele e Bruno Simão.
Treinador: Pedro Hipólito.

Olhanense: Moreira, Rodolfo Lourenço, Materazzi, Tiago Duque, Guilherme Ferreira (João Falque, 75′), Fábio Marinheiro, Soriano Mané (Gonzales, 45′), João Oliveira, Leandro Borges, Galassi e Said.
Suplentes: Léo, Lucas Morelatto, Gonzalez, Douglas Cordeiro, Mickael e João Falque.
Treinador: Cristiano Bacci.

Árbitro: Gonçalo Martins (Vila Real).
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Paulo Regula (37′), Gerevini (44′), Soriano Mané (45′), Galassi (56′), Hélio Cruz (62′) e Jefferson (73′).