Mês e meio depois o Atlético voltou às vitórias no Estádio da Tapadinha, depois da vitória desta tarde por 4-1 sobre o ‘lanterna vermelha’ da Segunda Liga, a Oliveirense.

Nilton Terroso viu a sua equipa sofrer um golo aos 25 minutos, com a Oliveirense a beneficiar de uma grande penalidade provocada pelo central venezuelano Perozzo derrubou Rafa na grande àrea alcantarense. Chamado à marcação, Leleco não desperdiçou a hipótese de colocar a sua equipa na frente do marcador.

Pouco depois o Atlético vê Jorge Ribeiro a ser obrigado a abandonar o jogo por lesão, aos 33′, e aos 35′ aparece a sua primeira ocasião de golo, mas nem Minor López, nem Malele conseguem emendar o cruzamento de Hélio Cruz.

A etapa complementar mostra um Atlético mais ofensivo, com vontade de arriscar e arrancar um triunfo na sua casa. Já com três avançados em campo a equipa de Nílton Terroso foi-se aproximando da baliza à guarda de João Pinho, mas golos só no último quarto de hora.

Aos 75′ Paulo Regula empatou a partida, num remate em arco no lado esquerdo do campo que iludiu João Pinho. Aos 84′, após um livre de Bruno Simão, Perozzo colocava o Atlético em vantagem.

Já nos descontos, Paulo Regula (de grande penalidade) faria o 3-1, e pouco depois, a concluir um contra-ataque, Hélio Cruz fixaria o resultado final.


Ledman LigaPro
16 de Março | Sábado | 15:00 H
Estádio da Tapadinha, em Lisboa.

ATLÉTICO 4-1 OLIVEIRENSE
Marcadores:

0-1, Leleco (25′, grande penalidade);
1-1, Paulo Regula (74′);
2-1, Perozo (84′);
3-1, Paulo Regula (90’+3, grande penalidade);
4-1, Hélio Cruz (90’+4).

ATLÉTICO: Danilo Lerda; Duarte Machado (C), Djikiné, Perozo, Gerevini (Manuel Curto, 45′) e Bruno Simão; Celestino (Nadson, 70′), Jorge Ribeiro (Malele, 33′), Hélio Cruz e Paulo Regula; Minor López.
Suplentes: Mickael Meira, Diogo Pires, Pedro Almeida, Manuel Curto, Nadson, Palacios e Malele.
Treinador: Nílton Terroso.

OLIVEIRENSE: João Pinho, Renan Soares, Stephane Madeira, Luís Martins, Zé Pedro Freitas, Kaká, Guimarães, Serginho (Pedro Oliveira, 59′), Leleco (Babo, 75′), Rafa e Serge Brou (Marocas, 83′).
Suplentes: Raphael Mello, Ricardo Fazenda, Micael Babo, Marocas, Thompson, Pedro Oliveira e Bruno Sousa.
Treinador: João Bastos.

ÁRBITRO: João Bento (Santarém).
Acção disciplinar: cartão amarelo para Perozo (24′), Gerevini (29′), Renan (36′), Paulo Regula (40′), Djikiné (56′), Duarte Machado (76′), Guimarães (78′), Serge Brou (81′), Stephane Madeira (90’+2).