Dia 7 de Janeiro de 2007, passavam 14 minutos das 17H00 quando um cidadão brasileiro, chamado David Pereira da Costa, gelou o Estádio do Dragão ao marcar o primeiro (e único) golo do encontro referente à 4ª eliminatória da Taça de Portugal. Esse golo eliminaria o F.C. Porto de Jesualdo Ferreira. O mesmo F.C. Porto que ganhou a 1ª Liga com 22 vitórias em 30 jogos. Aquele F.C. Porto que naquela tarde fria de Inverno apresentou no seu onze inicial Vítor Baía, Fucile, Ricardo Costa, Raúl Meireles, Paulo Assunção e Ricardo Quaresma.

Faz hoje 10 anos que o Atlético eliminou o F.C. Porto da Taça de Portugal em pleno Estádio do Dragão.

David celebra o golo solitário que deu a vitória no Estádio do Dragão.

Se, por um lado, Marco Gomes defendeu o que havia para defender, por outro o Atlético de António Pereira (não esteve no banco por castigo federativo) não foi ao Dragão para passear. Com uma defesa de betão e um meio-campo laborioso, a frente de ataque alcantarense deixava os azuis-e-brancos em sentido cada vez que chegava ao último reduto portista. E se a primeira parte acabou por ser algo cinzenta, a segunda trouxe muita emoção.

A começar pelo golo de David, que nasce de uma perda de bola por parte de Ibson em zona proibida e que após alguma confusão chega a David, que quase deitado no chão bate Vítor Baía. Se por um lado o golo trouxe a alegria para as gentes de Alcântara, por outro todos sabíamos que o F.C. Porto iria reagir. Mas num país de milagres, acabou por se dar uma batalha épica naqueles últimos 30 minutos.

Quaresma desesperou após acertar no poste na transformação de uma grande penalidade já para lá do minuto 90.

Se Lisandro Lopéz e Ricardo Quaresma estiveram perto do golo, assim como João Paulo, a oportunidade final surge no tempo de compensação. Uma grande penalidade para o F.C. Porto que Ricardo Quaresma assume. Uma pomba branca pousa perto da baliza de Marco Gomes, e Ricardo Quaresma acerta no poste, evitando assim o prolongamento e dando a vitória ao Atlético.

Faz hoje 10 anos que o Atlético repetiu a proeza de eliminar o F.C. Porto da Taça de Portugal.

Taça de Portugal – 4ª eliminatória, 2006/07
7 de Janeiro de 2007 | Domingo | 16:00H
Jogo no Estádio do Dragão, no Porto.

F.C. PORTO 0-1 ATLÉTICO
Marcadores:
0-1, David (59′).

F.C. PORTO: Vítor Baía; Fucile (Alan, 62′), João Paulo, Ricardo Costa e Marek Cech; Paulo Assunção (Lisandro Lopéz, 45′), Ibson (Adriano, 67′) e Raúl Meireles; Vieirinha, Ricardo Quaresma e Bruno Moraes.
Suplentes Não Utilizados: Paulo Ribeiro; Bosingwa, Tarik e Sokota.
Treinador: Jesualdo Ferreira.

ATLÉTICO: Marco Gomes; Pedro Pereira (Hugo Freire, 85′), Rolão, Ricardo Aires e Júnior; Simões, Lapa (Gonçalo, 68′) e Marco Bicho (Rui Andrade, 83′); Nuno Gaio, David e Edmar.
Suplentes Não Utilizados: Paulo Grilo; Lula, João Pedro e Artur Jorge Vicente.
Treinador: António Pereira.

Árbitro: Paulo Pereira.
Disciplina: cartão amarelo para João Paulo (31′), Marco Bicho (82′), Ricardo Aires (90’+2), Rolão (90’+5) e Marco Gomes (90’+5).