Amaral dá empate no último segundo.
O Atlético partia para a sexta jornada do Campeonato Nacional da 2ª Divisão de Juniores com o fardo de duas derrotas seguidas, ambas ocorridas nos últimos minutos, e procurava colocar um ponto final nessa série em Linda-a-Velha. Consegui-o, em parte, mas o resultado do jogo de sábado acaba por ser frustrante.

Porque o Atlético saiu na frente do marcador; sofre a reviravolta em cima do intervalo; vê o seu adversário ampliar a vantagem e teve força, e carácter, para reagir e evitar uma derrota que já era festejada pelos adeptos da casa.

Marco Pires fez três alterações na equipa relativamente à jornada anterior. Saíram Macedo, Figueiredo e Amaral, e entraram Ricky, Joel Furtado e Marcos Silva para o onze inicial. Seria este último, aos doze minutos, que iria abrir as hostilidades, após assistência de André Silva. Aos 16’ novamente Marcos Silva, agora na conversão de um livre directo, a visar a baliza do Linda-a-Velha, mas sem sucesso.

A equipa da casa, sem fazer muito por isso, chegaria ao empate aos 29’, na sequência de um canto, a bola é aliviada para a meia-lua, onde aparece Fábio Lima a rematar colocado para o fundo das redes.

A resposta da nossa equipa viria por intermédio de Joel Furtado, que em iniciativa individual obrigava Pedro Fernandes a defesa apertada para canto.

Aos poucos o Linda-a-Velha crescia e aproximava-se da área alcantarense. Aos 36’ Fábio Lima aparece solto ao segundo poste e vê Sandro Mourão a negar-lhe o golo. E nove minutos depois Diogo Rodrigues iria colocar o Linda-a-Velha na frente do marcador, novamente na sequência de um canto.

A etapa complementar começa com o Linda-a-Velha a acumular situações. Aos 48’, num livre directo, Nuno Ribeiro obriga Sandro Mourão a aplicar-se para evitar o golo. Aos 52’, num remate já dentro da pequena área, Sandro Mourão é obrigado a intervenção de recurso para evitar novo golo da equipa da casa.

Por sua vez, o Atlético veria Joel Furtado a falhar por pouco a assistência para golo, numa jogada em que Marcos Silva aparecia sozinho na pequena área.

No melhor período do jogo para o Linda-a-Velha, chegaria o terceiro golo para a equipa da casa, numa boa jogada de Tiago Cabecinha, que passa por dois adversários antes de colocar a bola no fundo das redes.

Após o seu terceiro golo, o Linda-a-Velha recuou as suas linhas, passou a apostar nas transições e deixou de criar perigo. O Atlético viu o seu treinador a mexer na equipa e a desfazer o seu 4X4X2 para apostar num 4X3X3.

Boa reacção da nossa equipa de Juniores, que nunca baixou os braços, e partiu à procura de ser feliz. Nessa procura, aos 83’, Ricky tem boa assistência para Amaral, que entra na área e remata cruzado para o 3-2.

A turma alcantarense vai acumulando pontapés de canto e é numa dessas situações, já aos 90’+5, que o Atlético conquistaria o empate. Sandro Martinha cobra um canto no lado esquerdo, a bola sobrevoa a área e cai ao segundo poste onde Benny desvia para Amaral, que aproveita da melhor maneira e «bisa» na partida.


Campeonato Nacional da 2ª Divisão de Juniores – Série D, 2015/16.
10 Outubro 2015 | Sábado | 15:00H
Estádio Francisco Magalhães, em Linda-a-Velha.

LINDA-A-VELHA 3-3 ATLÉTICO
Marcadores:
0-1, Marcos Silva (12’);
1-1, Fábio Lima (29’);
2-1, Diogo Rodrigues (45’);
3-1, Tiago Cabecinha (66’);
3-2, Amaral (83’);
3-3, Amaral (90’+5).

ATLÉTICO: Sandro Mourão (C); Benny, Tavares, João Pedro e Mário Simões; Sandro Martinho, André Silva (Macedo, 58’), Sérgio Ferreira e Marcos Silva (Figueiredo, 69’); Ricky e Joel Furtado (Amaral, 69’).
Suplentes: Filipe Franco, Cunha, Henrique Ribeiro, Marinho, Macedo, Amaral e Figueiredo.
Treinador: Marco Pires.