Mickael Meira defendeu tudo o que havia para defender.
Jorge Ribeiro marcou o golo que deu os três pontos ao Atlético, na visita a Alcochete, casa do Sporting “B”. Se, por um lado, Jorge Ribeiro marcou o golo, Mickael Meira “limitou-se” a defender tudo o que havia para defender. Foram mais de uma quinzena de remates, além de uma grande penalidade, tornando o guardião alcantarense uma verdadeira muralha intransponível.

Depois de um quarto de hora inicial onde ambas as equipas se equilibraram, o Sporting beneficia de uma grande penalidade, aos 17 minutos, por derrube de Lucas Rocha a Viola. O argentino foi chamado à marcação, mas Mickael Meira negou o golo ao avançado do Sporting.

A resposta do Atlético deu golo. 24 minutos de jogo, livre no flanco direito, que Jorge Ribeiro converteu de forma sublime, colocando o Atlético na frente do marcador.

Os leões reagiram, foram à procura do empate, mas do lado do Atlético estava um guarda-redes inspirado. Labyad e Diogo Salomão bem tentaram, mas o guardião alcantarense negou as intenções dos extremos leoninos.

A partir dos 42 minutos o Atlético passa a jogar com dez jogadores, fruto da expulsão de Lucas Rocha, por acumulação de cartões amarelos.

Os “verde-e-brancos” entraram na segunda parte decididos a mudar a história do encontro, mas esbarraram num Atlético muito bem organizado, que fechou os caminhos para a sua baliza. No entanto o Sporting criou algumas ocasiões para marcar, nomeadamente aos 55′, 70′ e 77′. Aos 55′ a bola chegou mesmo a entrar na baliza do Atlético, mas o golo foi invalidado, e bem, por fora-de-jogo a Daniel Podence. Aos 70′ Sacko fugiu bem pela esquerda, mas Mickael Meira defende o remate com as pernas, e aos 77′ Viola visou a baliza alcantarense, mas Mickael Meira voltou a negar o golo ao Sporting.


11ª Jornada, Segunda Liga, 2015/16.
Jogo no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.
SPORTING B 0-1 ATLÉTICO
Ao intervalo: 0-1
Marcador: Jorge Ribeiro (24′).

Sporting B: Pedro Silva, Mama Baldé, Domingos Duarte, Ivanildo Fernandes (Samba, 36′), Seejou King (Cissé, 53′), Fokobo, Gauld, Daniel Podence, Labyad, Diogo Salomão (Sacko, 62′) e Viola.
Suplentes: Stojkovic, Sacko, Samba, Rúben Ribeiro, Rafael Barbosa, Zezinho e Cissé.
Treinador: João de Deus.

Atlético: Micakel Meira; Lucas Rocha, Jefferson, Gerevini, Duarte Machado (C), Jorge Ribeiro, Djikiné, Paulo Regula (Hélio Cruz, 61′), Celestino, Malele (Minor López, 76′) e Vouho (Joazimar Stebh, 45′).
Suplentes: Danilo Lerda, Joazimar Stebh, Hélio Cruz, Pedro Almeida, Minor López, Nadson e Júlio César.
Treinador: Pedro Hipólito.

Árbitro: Daniel Cardoso (Aveiro)
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Lucas Rocha (18′ e 42′), Labyad (60′), Joazimar Stebh (80′), Mama Baldé (82′), Samba (88′) e Hélio Cruz (90′). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Lucas Rocha (42′).